norwegian sky 9

30.00

Em stock

REF: APERNS9100 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

norwegian sky 9

arlindo-pinto-norwegian-sky-9Os olhos podem ver muitas coisas. Talvez demasiadas. Em “Nowergian Sky 9” Arlindo Pinto olha para o mundo de forma particular. As imagens que aqui mostra são as de um nómada que percorre os labirintos onde se perde a sociedade actual. Nelas encontramos memórias várias, ecos do passado, sinais de um presente incómodo, pistas para se vislumbrar o futuro. Podemos ver mais claramente através das suas fotografias, que buscam o pormenor, a vitalidade das ruas, das pessoas, das habitações, dos locais públicos, onde todos se cruzam e muitas vezes ninguém tem tempo para ver. Não admira: uma máquina de fotografar é muito mais rápida do que uma caneta. As fotografias, onde podemos ver os detalhes que nos escapam, ocupam a nossa imaginação com imagens que parecem, às vezes, estar em movimento.

O que encontramos aqui são imagens do dia-a-dia, onde os personagens podem ser pessoas anónimas, trabalhando ou simplesmente buscando uma bússola para guiar a sua existência. As fotografias de “Nowergian Sky 9” encontram também as suas antigas irmãs emolduradas e que guardam um outro passado e outras heranças. Mas, no meio da vertigem urbana há, sobretudo, o olhar sobre o contraponto entre as ruínas urbanas e os símbolos da natureza, como as flores, que não se rendem ao silêncio e à solidão das cidades. É este o preto e o branco de fotografias onde as cores iluminam. Neste universo de opções, há, quando muito, quadros com naturezas mortas que estão tão inertes quanto as paredes degradadas que guardam vidas e as suas histórias por contar. Pelo meio encontramos a solidão das grandes cidades, numa fotografia de alguém a olhar para a janela num local onde não há mais ninguém. É este o mundo real e imaginário do autor. Porque as suas imagens falam. Também poderíamos dizer que fotografa sobre a luz e a cor, a alvorada de um novo dia. Tal como um pintor começa um quadro, e a todo momento a luz está a mudar e ele continua a fotografar. A chuva pode vir e as cores começam a desintegrar-se, e algo tão ou mais belo surge. E as fotografias capturam esses momentos.

Em “Nowergian Sky 9” o que mais intriga o autor é a identidade. Dos locais, das pessoas, dos objectos, dos olhares. Porque ele sabe que é preciso estar próximo daquilo que se pretende fotografar. O anonimato do fotógrafo, depois da noção da descoberta, desaparece. O seu olhar traz-nos detalhes e atitudes do quotidiano. Por vezes sente-se que o autor não está perto do que fotografa: está dentro da alma do que é fotografado. Estas imagens são indícios que nos podem dizer mais sobre aqueles que vivem nas cidades e as suas vidas anónimas do que seus próprios retratos. Ou seja, é a identidade que fascina o autor. Ao filtrar a poesia que nasce dos ritmos calmos da vida diária, partilha connosco os mistérios e as maravilhas, as crenças e as desventuras, as ilusões e os abismos para onde tudo conflui.

No fundo, como numa das fotografias que aqui encontramos, a identidade das sociedades e daqueles que a criam todos os dias, é um jogo de xadrez. O jogo da vida. Mas, como escreveu um dia Isaac Asimov, “Na vida, ao contrário do xadrez, o jogo continua após o xeque-mate”. As imagens de “Nowergian Sky 9” apenas confirmam que, entre ruínas e memórias, a natureza sobrevive a tudo em qualquer lugar do mundo. É essa a verdadeira identidade que o autor buscou. E encontrou nas suas fotografias.

Fernando Sobral

Informação adicional

Titulo | Title

norwegian sky 9

Autor | Author

Arlindo Pinto

Edição | Edition

Arlindo Pinto, Susana Paiva

Prefácio | Foreword

Fernando Sobral

Posfácio | Closing Text

Arlindo Pinto

Tradução | Translation

Magda Fernandes

Design | Graphic Design

Nuno Moreira, NMDESIGN

Tiragem | Print Run

100 copies
First 10 contain a Fine-Art Print

Publicado | Published

Hugglybooks

Data | Date

2019

Páginas | Pages

78

Tamanho | Size

18 x 24

Capa | Cover

Dura | Hard

ISBN

978-989-99329-1-3

Também pode gostar…