THE PROFILERS, veni vidi vinci!

Originally posted 2018-07-07 12:51:40.

THE PROFILERS, NO MUSICBOX, 15.10.2009

THE PROFILERS! Aqui estou de novo escrevendo sobre eles e sobre as fotografias que obtive no dia 15 deste mês de Outubro no Musicbox. Foi, eventualmente o último concerto dos PROFILERS, de 2009. On verra!
Nem sempre é fácil escrever sobre aquilo de que gostamos. Receamos as palavras. Que não sejam as certas, que melindrem, que enalteçam em demasia os sujeitos, que em demasia os enobreçam. Não sei…
O facto é que de banda meia “ajazada”, de que tomei conhecimento via MySapce, após uma tal de San me ter enviado um e-mail pedindo uma morada para me enviar uma demo desta banda dos lados de Sintra, que, aliás, nunca chegou (shame on you San), a um grupo musical que toca e nos toca com influências das mais variadas, algum tempo passou: ganharam concursos, editaram um disco e dão concertos aqui e em Espanha e onde mais os quiserem. Além do prazer de os ouvir, no palco ou em casa, tenho dos PROFILERS fotografias a dar com um pau. Mas tenho também, creio não errar se o disser, a sua amizade, que retribuo e que é tão ou mais importante do que a sua música, de que, aliás, sou fã!
Na verdade, tiveram um inicio de carreira brilhante.
Na quinta-feira passada, estiveram no Musicbox, já disse, sem dois dos seus elementos, como a própria banda já tinha anunciado no Facebook. O que os desligou, sem ressentimentos, foi o amor à arte, à música, tal como os tinha unido: como sói dizer-se amigo não empata amigo e muito menos se é em prol do Rock’n’Roll.
Veremos o que nos traz esta formação reduzida dos PROFILERS, que soa mais coesa, inequivocamente centrada em evoluir em diferentes direcções, ao sabor da inspiração, disposta a cunhar o seu estilo muito próprio.
Seja como for, eu é que aqui vos trago mais 79 fotografias para juntar às 170 que os PROFILERS têm já na galeria do 70-200.net. Um dia destes têm que começar a pagar alojamento!!!
Poderão perguntar, ou melhor, afirmar, que para uma foto reportagem bastam meia dúzia de fotos. Para quê tanta coisa?
A resposta para mim é simples: eu não engano! Sou como o algodão! Muitos poderão mostrar a SUA fotografia e todos se deslumbrarão com ela. Ok! Fixe! Eu mostro muitas, porque as sei fazer bem, às dezenas.
Esta reportagem dos PROFILERS é, no seu cômputo geral, uma das que fiz que mais me agrada: pelo movimento, pela cor, pelos enquadramentos, etc., etc., etc.
But enough already…
Daqui vai um abraço forte para todos os actuais e antigos PROFILERS e um obrigado àqueles que, de alguma forma, me apoiam no meu trabalho fotográfico e fazem o favor de gostar das minhas fotos.
See ya!

PS: se nada disto fizer sentido, é normal!

PPS: clicar para ir!

XV Festival de Música Moderna de Corroios Sessão IV

Originally posted 2018-02-21 01:53:35.

UANINAUEI – IBRIDA + DAPUNKSPORTIF

Boa noite!
Não ‘tou com pachorra!
Tenho andado numa azáfama muito grande, pronto.
Tenho até de quando em vez pensado como é que aqueles da EDP e da PT ganham aqueles milhões todos só por respirarem. Confesso que até fico com inveja, mas acima de tudo fico estúpido. Fico até e também, com a sensação que o governo do nosso país é um bocadinho néscio. Revolta-se-me a figadeira toda, ainda que se possa tratar de uma pequena isca. Pergunto-me como é que os tais 10 milhões (também não passamos disto), se deixam assim sodomizar em silêncio, sem rebentarem com absolutamente nada, atidos aos sindicatos com maior descrédito na praça do que os taxistas do aeroporto. Pois sim, somos ainda de brandos costumes. O vovô Salazar deixou escola: tudo caladinho, que nós não somos de arruaças, qu’é lá isso. Então agora a classe trabalhadora, a que desconta, ia dizer que não (com convicção) e exigir que todos pagassem impostos, que não fossem insultados quando lhes esfregam na probóscide os milhões dos gestores que, coitados, até ganham menos 35% do que os seus congéneres europeus. Aperta-se-me o coração de saber isto. Sabê-los assim, na mais clara miséria, impossibilitados de comprar um Rolls Royce ou até um miserável Lexus. Coitados, coitados. Por mim estou disposto a fazer um espectáculo de beneficência em prol destes deserdados da sorte.
Olhem, podia ter-se aproveitado a sessão de sábado passado em Corroios, no Festival de Musica Moderna, para começar. Bom também não íamos muito longe no apoio àqueles desgraçados. Não estava muita gente para ouvir os UANINAUEI, alentejanos dos quatro costados, os IBRIDA e os convidados DAPUNKSPORTIF. Estavam para ouvir mas não ouviram! Não ouviram os IBRIDA que à última hora se devem ter desentendido ou perdido na estrada de Braga até Corroios e ficaram, por aí, na Mealhada comendo do belo leitão.
Assim, os UANINAUEI (digam em inglês que é mais fácil) tiveram direito à sua parte de concorrentes e, para encher chouriços, mais um bocado de palco para entreter a malta, enquanto não chegava a hora dos DAPUNKSPORTIF. Os …EI portaram-se muito bem e outra coisa não se esperava dos DAPUNK que palmo a palmo vão fazendo a sua carreira, cultivando um estatuto de banda “pró” e impondo o seu extraordinário som. Sou fã!
Das sessões em que estive no festival, fiquei contudo com a sensação que o este ano a chama é ténue e reina um certo descuido. Aliás, quem estava mais atento percebeu perfeitamente que durante a actuação dos DAPUNK houve falhas técnicas da responsabilidade do festival. Os Músicos falavam entre si e pouco se afastavam das suas marcações, sinal de falta de monitorização no palco. Algo que só um técnico atento poderia, eventualmente, corrigir. Não foi o caso. Apesar de tudo a imagem do Festival está este ano melhor do que em qualquer dos outros. Contradições! Mas como viver é estar em contradição…
No final ficaram as fotos e o som, ainda assim, para quem ouviu, com nota positiva.
Cliquem nas fotos para verem o que se passou por lá.
See ya!